Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há horas assim

Livro em construção

Livro em construção

Há horas assim

04
Out19

Os gatos deste tempo

correspondente

Quem tem, ou já teve, como animal de companhia, ou de estimação, não sei bem o termo técnico ou politicamente correcto, um gatinho, sabe ao que me refiro quando se anda à procura dele pela casa toda, pelos seus esconderijos habituais e nada, de gato nem sombra e, assim, como por magia, quando lhe apetece, aí está ele, sabe-se lá vindo de onde, mas com um ar do género: Andaste à minha procura? Andas a ver mal! Eu estive sempre aqui!

Os telemóveis são a versão actual destes gatinhos, neste tipo de situações, só que estes, os telemóveis, não desaparecem sozinhos, mesmo debaixo do nosso nariz, não têm vontade própria, somos mesmo nós, que lhes damos sumiço de vez em quando.

Faço apenas uma ressalva, episódios destes, desde que sejam motivados apenas por um esquecimento, digamos, saudável, no final, fazem-nos sorrir, outros há que, pela repetição, podem ser preocupantes.

- Estou farta de ligar para si e não me atende.

Disse a filha ao entrar em casa dos pais à sua mãe.

- Não sei onde se meteu o telemóvel.

Pais idosos, portanto, a questão se não deram pelo toque, não merece novo reparo.

- Ok. Eu vou ligar para o seu telemóvel e, logo vai aparecer, quando o ouvirmos a tocar, damos pelo sítio onde ele se meteu.

Como se ele tivesse patinhas como os outros, os gatos, os verdadeiros, os referidos lá atrás, acrescento eu, que sou apenas o narrador.

- Estou a ouvir alguma coisa, mas aqui na sala não está, o som está muito sumido.

E dizendo isto, a filha, volta a ligar, a tentar identificar de onde vem o som e, seguindo este, chega à cozinha.

Liga novamente, intrigada, não conseguiu, mal ali chegou, logo, descobrir de onde vinha o som.

Volta a ouvir o telemóvel fujão a tocar e, espanto, abre a porta e ali está ele a tocar e a vibrar alegremente.

Dentro do frigorífico!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub