Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há horas assim

Livro em construção

Livro em construção

Há horas assim

14
Mar14

TOC (Técnico Oficial de Contas) 24 horas por dia e 365 dias por ano

correspondente

Estamos (ou estávamos) na altura da sardinha assada e aquilo que aqui vou contar nada tem a ver com esse saboroso peixe, mas como os pensamentos são como as conversas e estas, por sua vez, são como as cerejas, uma coisa leva a outra. Passo a explicar, há alguns anos, por esta altura (meados de Maio), eu e alguns colegas de trabalho (entre eles, o contabilista) costumávamos, na habitual pausa para o almoço, ir comer alguns (muitos) exemplares desta espécie piscícola. O homem que estava ao “leme” do assador, assava-as bem, contudo exagerava no sal, todos nós (excepto o contabilista) tentávamos tirar o máximo do sal de cima delas e depois era um verdadeiro banquete, que, para mal da nossa entidade patronal, se espreguiçava em demasia, muito para lá da horinha de almoço convencional. Uns anos depois o pobre do contabilista sofreu um problema grave de saúde (algo relacionado com a sua “máquina”). Dizíamos nós (os colegas) uns para os outros: A culpa era daquele sujeito e, das suas sardinhas salgadas!

Este palavreado todo, para chegar ao porquê destas linhas, ou seja, ao dito “fanico” do nosso colega contabilista. Um “fanico” que, pelos vistos, aconteceu logo na pior altura (como se nestas coisas existisse uma boa altura). Estávamos quase em cima dos prazos para o fecho da escrita desse ano. Então, estava o “desgraçado” do contabilista no hospital (mais para lá do que para cá) e, mal as visitas foram consentidas, lá estava uma “comitiva” de dois ou três colegas, não com umas frutas, nem umas águas, nas mãos, mas sim, com umas pastinhas cheias de documentos, a ver se ele ainda conseguia fechar as contas, a tempo, lá do escritório!

 Felizmente, tudo corre bem, quando tudo acaba bem. Obviamente o homem não fechou as contas, mas a sua “máquina” voltou aos eixos. O patrão, depois de abrir os cordões à bolsa, lá arranjou, do pé para a mão, um contabilista “substituto”, que lhe fechou as contas desse ano a tempo e a horas!!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub